James Nachtwey – Fotógrafo de Guerra

James Nachtwey nasceu em Massachusetts em 1948 e desde cedo começou a se interessar pelo mundo da fotografia. Estudou História da Arte e Ciências Políticas.  Foi em 1970, após ver a foto de Nick Ut da menina vietnamita correndo nua com o corpo queimado pela bomba de Napalm, que resolveu definitivamente seguir esta profissão.  As imagens de seu trabalho são fortes, violentas e despertam as pessoas para o tão cruel que o mundo pode ser.
James Nachtwey

James Nachtwey

Nos anos 1970 começou sua carreira como fotógrafo em um jornal do estado americano do Novo México. Em 1980 mudou-se para Nova York e passou a atuar como freelancer para revistas.
Romenia 1990

Romenia 1990

 
Sua primeira cobertura internacional foi no ano 1981, sobre os conflitos civis na Irlanda do Norte. Desde então Nachtwey se dedicou a documentar guerras, conflitos e questões sociais críticas. Foram por ele registradas guerras, fome, poluição industrial, AIDS, e outros temas sociais.  Trabalhou sem parar em lugares remotos em países como Afeganistão, Sudão, Ruanda, Indonésia, Chechênia, Israel, Paquistão, Índia e 30 outros países, tais como: El Salvador, Nicarágua, Guatemala, Líbano, Faixa de Gaza, Israel, Tailândia, Sri Lanka, Filipinas, Coreia do Sul, Somália, África do Sul, Rússia, Bósnia,  Kosovo, Romênia, Estados Unidos e Brasil.  Ele cobriu, por mais de 20 anos, boa parte das tensões bélicas da segunda metade do século XX.
Zimbabue - 2000

Zimbabue – 2000

 
A paixão, com a qual ele aborda as questões, não com o intuito de obter as melhores imagens, mas para captar a verdadeira história, os acontecimentos reais e publicá-los para o mundo ver, para educar as pessoas dos males sociais, é contagiosa. Em suas próprias palavras, “Eu tenho sido uma testemunha, e estas imagens são meu testemunho. Os eventos já registrados não devem ser esquecidos e não devem ser repetidos.”
Alabama 1994

Alabama 1994

 
Certa vez, Robert Capa, lendário fotógrafo que retratou uma infinidade de conflitos, deu o seguinte recado em tom de desafio: “Se suas fotografias não ficaram boas, foi porque você não se aproximou suficientemente”.  O norte-americano James Nachtwey sempre esteve bem próximo dos fatos.
 
Albania 1999

Albania 1999

Nachtwey não casou e nem constituiu família, porque a partir do dia em que ele decidiu se tornar um fotógrafo de guerra, ele dedicou sua vida a essa tarefa.  Ele não fundou nenhuma família, não levantou crianças.  Ele fotografou.
Chechenia 1996

Chechenia 1996

 
Em 2001 foi lançado o documentário “Fotógrafo de Guerra” (War Photographer), sobre o trabalho do fotógrafo James Nachtwey. O diretor Christian Frei utilizou micro-câmeras especiais acopladas à câmera fotográfica dele, proporcionando ao público a oportunidade de acompanhar o fotojornalista em ação. O documentário foi filmado em dois anos durante os conflitos de Kosovo, Palestina e Indonésia.
O filme

O filme

 Rwanda 1994

Rwanda 1994

 

Anúncios